Seminário Venha o Teu Reino

postado em: Fique por dentro... | 0

Realize o Seminário Venha o Teu Reino em sua cidade, igreja ou organização.

O Seminário traz um entendimento prático sobre a realidade e a necessidade do Reino de Deus  na terra.

Como devemos viver? Que pensamentos devemos cultivar? Que leis devemos apoiar? Quais os modelos de administração empresarial e política devemos praticar? As respostas a estas perguntas devem sair de uma Cosmovisão Bíblica, de um entendimento prático das Escrituras Sagradas.

Por muito tempo a Igreja tem aplicado bem as verdades da Palavra no crescimento espiritual individual e na evangelização do perdido. Agora chegou o momento de compreender o impacto da mesma Palavra na sociedade. A Bíblia é o Manual de Deus para a construção de sociedades justas, pacíficas, felizes e prósperas.

O Seminário vai ajudá-lo a discernir o grande plano de Deus para a Igreja, para sua empresa ou organização e para o mundo, e colaborar para que você encontre o seu lugar nesse plano divino.

Transforme sua maneira de pensar, para experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus (Romanos 12.2).

 

Procedimentos:

  • Você faz o convite e acertamos os temas e as datas
  • O convite deve incluir transporte, hospedagem e alimentação
  • Você organiza a Seminário (pergunte nos como)

Duração:

  • Modalidade 01: Sexta à noite e sábado de manhã e tarde. (8h)
  • Modalidade 02: Sexta à noite, sábado de manhã e domingo de manhã. (8h)
  • Modalidade 03: Você ordena os horários de acordo com a realidade local, porém deve somar 8 horas no total.

Palestrante:

 

IMG_2902 - Cópia

 

 

Pr. Rodrigo Tapia: chileno, teólogo. Fundador da Universidade Livre Transforma e diretor de Publicações Transforma. A sua paixão é ver o Reino de Deus sendo estabelecido nas cidades e nações afetando cada área ou âmbito da vida humana em sociedade .

Temas:

A nossa história: Desenvolvimento da Metanarrativa Bíblica

Existe uma batalha espiritual, moral e cultural acontecendo hoje no mundo. É uma batalha de Cosmovisões, ou de pensamento e vida. As cosmovisões mais importantes e influentes do mundo tentam responder às perguntas essenciais da humanidade e da criação impondo esses conteúdos e filosofias na sociedade contemporânea. A nossa cosmovisão bíblica tem respostas completas, profundas, definitivas e universais. É a única cosmovisão absolutamente coerente, compreensiva e consistente.

Os pontos mais relevantes de nossa cosmovisão são: Criação, Queda, Redenção, Restauração e Consumação. Nesses cinco pontos podemos entender quem é Deus, quem é o homem, qual foi a comissão ou tarefa dada a ele, o que é o pecado, as consequências dele, porque existe o mal, porque veio Jesuscristo ao mundo, qual foi a sua mensagem fundamental, como o homem pode ser restaurado, o que é o reino agora e o reino futuro, porque existe a lei, o governo e a igreja, o que podemos esperar para o futuro e muitas outras perguntas relevantes. A autoridade última e final para uma cosmovisão bíblica são as Escrituras. Apenas elas nos dão um fundamento sólido e confiável sobre todas estas questões.

A Igreja focada no Reino

Os principais ensinamentos de Jesus se referiam ao Reino de Deus e suas implicações. Os autores do Novo Testamento se referiram principalmente a explicar o que é a igreja. No entanto a pedra fundamental sobre o conceito e pratica dessa comunidade chamada de igreja foi colocada pelo próprio Senhor Jesuscristo.

A igreja nasce dentro do contexto dos ensinamentos e manifestação do Reino. A igreja é a que toma o cajado das mãos de Jesus para apresentar e manifestar o reino de Deus às nações.  Quais são as características de uma igreja focada no reino? Parece-nos até estranho ter que fazer esta pergunta. Não deveria a igreja estar focada no Reino? Muitas são as evidencias de que isto não está acontecendo em grande parte da expressão visível do Corpo de Cristo na terra.

Então se faz necessário revisar e olhar quais são as características de uma igreja focada no reino de Deus. Qual a finalidade da igreja? Qual sua base de autoridade? Qual a sua mensagem principal? ¿Quem lhe da o suporte para cumprir sua missão? Tem ela uma bússola que a oriente? Essas e outras perguntas necessitam ser respondidas à luz das Escrituras, da doutrina dos Pais da Igreja e dos Reformadores Protestantes.

Perfil dos líderes reformadores

Discipular, segundo os princípios e valores do Reino de Deus, e trazer uma reforma e transformação genuínas para nossas comunidades, cidades e nações, é um gigantesco desafio que poucos líderes da igreja têm enfrentado plenamente.

Este é um paradigma e conceito quase esquecido pelas denominações, ministérios, e em geral pela igreja contemporânea.  No entanto, vemos nas Escrituras muitos exemplos do desejo de Deus de salvar e modelar as comunidades segundo seu coração. Para isto acontecer necessitamos nos alicerçar em exemplos da história bíblica e extrabíblica.

Na história extrabíblica podemos encontrar vários exemplos de reformadores sociais e espirituais que foram inspirados e motivados pela percepção de que o que estava acontecendo na sua época não estava alinhado com o prumo do reino de Deus, nem com a vontade de Deus. Temos os exemplos de Calvino na Suíça, Lutero na Alemanha, Carey na Índia e Wesley, Booth e Wilberforce na Inglaterra. São muitos outros a través da história que se consagraram à tarefa de discipular suas comunidades segundo os padrões do reino. Estes reformadores agiram tanto dentro quanto fora da igreja.

Na história bíblica vemos as experiências de Moisés, Esdras, Neemias e vários dos profetas do AT e, no NT temos João O Batista, Paulo e o reformador por excelência o próprio Senhor Jesuscristo.

Um reformador, biblicamente falando, é um homem ou uma mulher que tem um compromisso absoluto com a verdade e a justiça, e está disposto a pagar o preço que for necessário até que a vontade de Deus seja manifestada ou preparar o caminho para que isto acontecer. Um reformador é também um profeta que nos indica que devemos voltar ao caminho do qual nos afastamos. Também é um apóstolo no sentido que abre caminhos para as mudanças que devem ser feitas. É um pioneiro, um conquistador que pega o machado e abre novos territórios e espaços para que outros que virão depois dele passem com segurança.

Outros temas como: 

Entendendo e confrontando o dualismo grego evangélico.

Discipulando nossos filhos, discipulamos a nação.

Orando baseados na Oração do Pai Nosso (oração modelo).

A unidade como principio para governar sabiamente.

Reivindicando a dignidade da mulher.

Cura e restauração da terra.

 

  • Número de participantes: 40 mínimo
  • Valor do investimento: R$35,00  (inclui participação, apostilas, certificado)